A sessão de abertura da 13º edição do Festival Chico – Festival de Cinema do Tocantins contará com exibição do filme “Marcha Cega” com a presença do diretor, Gabriel Di Giacomo, e do produtor, Marcelo Botta, da Salvatore Filmes. A sessão acontece nesta terça-feira, 25, no Cine Cultura em Palmas, às 20 horas. A entrada é franca.

Marcha Cega

O filme tem estreia nacional na quarta-feira, 27, em 20 salas de cinema em todo Brasil, mas contará com pré-estreia exclusiva aos participantes da abertura do Festival Chico. O filme documentário retrata a violenta repressão policial nas manifestações em São Paulo que transformaram as ruas da cidade em verdadeiros campos de batalha, deixando jornalistas cegos, estudantes feridos e dezenas de presos políticos. “Essa marcha violenta segue sem enxergamos as profundas raízes ocultas pela densa neblina do gás lacrimogênio”, conta o diretor do filme.

Com 88 minutos de duração, a obra conta com depoimentos de nomes como Eduardo Suplicy e do tenente-coronel reformado da PM, Adilson Paes e Souza, e discute temas como a desmilitarização da polícia e a democratização real da segurança pública.

O diretor e o produtor de Marcha Cega, Gabriel Di Giacomo e Marcelo Botta participam, logo após à exibição do filme, de um bate-papo com o público presente, apresentando curiosidades sobre as gravações e bastidores.

Perfis

A Salvatore Filmes foi instituída em 2013, a partir da parceria dos diretores Marcelo Botta e Gabriel Di Giacomo. Com uma vasta bagagem na formatação e direção de programas para TV, eles uniram suas competências para desenvolver e produzir seus próprios projetos. A veia vem da comédia, do humor inteligente e crítico, como os programas Foca News e Último Programado Mundo, produzidos em 2016, ambos em coprodução com a FOX. Hoje, a produtora possui o canal Amada Foca no Youtube com mais 395 mil seguidores, dois filmes de longa-metragem em coprodução com as produtoras Zencrane Produções Cinematográficas e Querosene Filmes – ambos em fase de captação. Integram, também, os projetos: o documentário Marcha Cega e a série documental ViajoLogo Existo – Primeira Temporada, com previsão de lançamento/ exibição no segundo semestre de 2018.

Festival

Diariamente serão exibidas produções de todas as mostras – Infâncias, Regional, Brasil e Tocantins. Já no sábado, 29, haverá programação voltada para formação em audiovisual, com rodas de conversas e palestras, ministradas pelos jurados e curadores do Festival Chico, gestores, pesquisadores e realizadores.

Programação

A abertura oficial acontece nesta terça-feira, 25, às 20 horas. Porém, a programação já se inicia no período da tarde com programação no Cine Cultura e CineSesc. O Cine Cultura, no Espaço Cultural de Palmas recebe a Mostra Infância com exibição dos filmes A Câmera de João (GO), Meu Pequeno Herói não Sabe Voar (SP), O Menino Leão e A Menina Coruja (DF) e A Fuga (SP).

Já no CineSesc serão exibidos os filmes da Mostra Regional com Canção do Amor Perfeito (PA), Voyeur (GO), Não Falo com Estranhos (BA), Só na Legenda (MA), Até que a última Luz se Apague (AM) e Piracema (TO).

Terça-feira, 25

Cine Cultura – A partir das 15h30

Mostra Infâncias

– A Câmera de João (GO). Direção: Tothi Cardoso. Produção: Luana Otto

– Meu Pequeno Herói não Sabe Voar (SP). Direção: Pedro Jorge. Produção: Lara Lima

– O Menino Leão e A Menina Coruja (DF). Direção: Renan Montenegro. Produção: Akira Martins

– A Fuga (SP). Direção e produção: Douglas Alves Ferreira

CineSesc – A partir das 16 horas

Mostra Regional

– Canção do Amor Perfeito (PA). Direção: Fernando Segtowick e Alexandre Nogueira. Produção: Brenda Silvestre, Fernando Segtowick e Thiago Pelaes

– Voyeur (GO). Direção: Túlio Queiroz. Produção: Naira Rosana

– Não Falo com Estranhos (BA). Direção: Klaus Hastenreiter. Produção: Moara Rocha

– Só na Legenda (MA). Direção e produção: Naira Maria

Até que a última Luz se Apague (AM). Direção e produção: Willimes Fery, Arnaldo Barreto e Tercio Silva

– Piracema (TO). Direção e produção: Claudio Macagi

FICHA TÉCNICA

Realização: Ministério da Cultura do Brasil e Secretaria do Audiovisual

Realização e produção: Jubalina Produções

Correalização: Centro de Imagem e Som

Coprodução: Produza Studio Criativo

Comunicação: Cumbuca Criativa e A Barraca

Apoios: Prefeitura de Palmas, Fundação Cultural, Secretaria Municipal de Educação, Secretaria de Comunicação; Secretaria de Estado da Educação; Mixirica Produções; Revista de Cinema; Mistika Post; Mzn Filmes; Conexão Centro-oeste-Norte-Nordeste, Serviço Social do Comércio Tocantins E Universidade Federal do Tocantins.

ORGANIZAÇÃO

Direção executiva: Juliane Almeida
Coordenadora de Produção: Stella Antunes
Produtor Técnico: Tales Monteiro
Making of: Jeferson Nascimento
Delivery: Diego e Márcio Mazaron /MZN Filmes
Coordenadoras de Comunicação: Fernanda Veloso e Thuanny Vieira
Assessora de comunicação: Cinthia Abreu
Designer: Emanuella Reis
Fotógrafo: Nielcem Fernandes
Redes Sociais: Marina Bitar
Web programador: Roberto Pires
Voluntários de Comunicação e Produção: Aline Diniz de Oliveira, Marina Andressa de Sousa, Nilsson Rodrigues Neres Junior, Paula Suzane Costa Ferreira
Produção de Residência Internacional: Thuanny Vieira
Consultoria de Residência Internacional: Denise Jancar
Produção de Itinerância: Silvana Barbara e Stella Antunes
Curadoria Mostras Brasil e Tocantins: Edu Fernandes e Juliane Almeida
Curadoria Mostra Infâncias: Edu Fernandes e Juliane Almeida
Curadoria Mostra Regional: Edu Fernandes, Juliane Almeida e Marcelo Ikeda
Júri Técnico Chico 2018: Denise Jancar, Marcelo Ikeda e Sérgio Soares
Design e confecção Troféus Chico 2018: Elpidio de Paula
Confecção auxliar: Leromanual
Agência de viagens: WA viagens e turismo
Restaurante: Raízes Gastronômicas
Produtoras Parceiras: Fluxo Criativo; Viuller Murtiartista, BR 153 filmes

Fonte: ASCOM Festival Chico     |     Imagem: Divulgação

Confira também nosso site This is Zona