Dicas do DestinoPalmas – Dia das Bruxas (Halloween)

Dicas do DestinoPalmas - Dia das Bruxas (Halloween)

Halloween

Vamos falar hoje sobre o dia do Halloween, também conhecido como o Dia das Bruxas. Em diversos países há a comemoração desse dia, com brincadeiras, fantasias e decorações cada vez mais criativas. O Destino Palmas busca trazer informações que possam gerar interação entre moradores e turistas, bem como produtos turísticos viáveis a serem usados pelos comerciantes de Palmas e região. Porque brincar de Halloween?

No dia 31 de outubro se comemora o Halloween, mais conhecido no Brasil como o “Dia das Bruxas”. As comemorações do Halloween são mais comuns nos países anglo-saxônicos, em especial nos Estados Unidos. No Brasil, a confraternização do “Dia das Bruxas” vem se tornando cada vez mais conhecida e praticada pela sociedade.

A brincadeira de “doces ou travessuras” é originária de um costume europeu do século IX, chamado de “souling” (almejar). No dia 2 de novembro, Dia de Todas as Almas (ou Finados aqui no Brasil), os cristãos iam de vila em vila pedindo “soul cakes” (bolos de alma), que eram feitos de pequenos quadrados de pão com groselha. Para cada bolo que ganhasse, a pessoa deveria fazer uma oração por um parente morto do doador. Acreditava-se que as almas permaneciam no limbo por um certo tempo após sua morte e que as orações ajudavam-na a ir para o céu.

Comemoração no Brasil

O Halloween no Brasil é chamado de Dia das Bruxas e sua celebração acontece no dia 31 de outubro. Acredita-se que na passagem dessa noite as almas saem de seus túmulos e partem pelas ruas amedrontando todos aqueles que estão por perto. O dia das bruxas se infiltrou em nossas comemorações de forma tímida, pois o Brasil, país que celebra as coisas boas da vida, não se vê em meio a festividade aos mortos.

Apesar de sua pequena influência, pode ser vista em escolas, clubes, casas noturnas e shoppings de várias cidades, mas como dito anteriormente, não adquire força expressiva, já que nem o folclore local é efetivamente comemorado.

A maioria das manifestações critica a posição dos brasileiros em importar a cultura americana, já que o país tem grande diversidade folclórica que não é aproveitada e comemorada. Apesar de todo o esforço da imprensa em destacar essa festividade norte-americana, os brasileiros não costumam festejar a data.

É uma festa celebrada por poucos.

Mesmo dessa forma, as festas de Halloween no Brasil tem se tornado comuns, principalmente entre o público jovem, os quais se reunem em clubes privados ou mesmo em salões particulares, promovendo festas a fantasia com motivos de “horror”, objetivando comemorar a data considerada como “O Dia das Bruxas”. Devido à realização dessas festas, o comércio de fantasias e motivos voltados à monstros e bruxas tem tido um aumento expressivo no mês de Outubro de cada ano.

Comemoração nos EUA

Desde 1800, quando os imigrantes irlandeses e escoceses levaram suas festividades de Halloween para a América do Norte, a festa tem se desenvolvido consideravelmente. A conexão da festa com o Dia de Todos os Santos e o Dia de Finados ficou praticamente deixada de lado, e muitas novas tradições seculares se desenvolveram.

Para as crianças, fantasiar-se e sair pelas casas fazendo a brincadeira do “travessuras ou gostosuras” ainda é o maior evento. A maioria das famílias nos Estados Unidos e no Canadá participam, mesmo porque não querem correr o risco de pequenos vandalismos. Muitos adultos se fantasiam e participam com seus filhos de festas a fantasia e concursos.

Outras atividades de Halloween ocorrem durante o mês todo de outubro. Estas tradições preservam o espírito de alegria do Samhain diante dos pensamentos assustadores de morte e do sobrenatural. Os americanos acrescentaram filmes de terror, casas assombradas comunitárias, histórias de fantasmas e quadros espiritualistas. Cartões e decorações também fazem parte do Halloween.

A festa só perde para o Natal no faturamento total do comércio. Um outro costume comum do Halloween é recolher dinheiro para a UNICEF, em vez de doces. Esse costume começou em 1950 no estado da Filadélfia, quando uma turma de uma escola dominical teve a idéia de recolher dinheiro para as crianças necessitadas ao brincar de “travessuras ou gostosuras”. Eles enviaram o dinheiro que conseguiram, cerca de US$ 17,00, para a UNICEF, que foi inspirada pela idéia e começou um programa de “travessuras ou gostosuras”, em 1955.

Que tal começar a brincadeira em seu prédio ou quadra? O comércio pode começar a aproveitar a data para uma renda extra, que tal começar uma tradição?

Fontes:

http://www.alemdaimaginacao.com/Noticias/A%20Historia%20do%20Haloween.html

http://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_das_bruxas

Imagem: ebs-students.com

Originalmente publicado em 30 outubro de 2014

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *